Generali

Bem-vindo à Generali Brasil.
Por favor, selecione uma região para encontrar nossos escritórios no Brasil.

clique aqui para ver nosso site.

Onde estamos

O CEO do grupo, Phillipe Donnet, está entre os CEOs signatários de uma carta convocando os líderes da União Europeia para aumentar a meta de redução de emissões de gases de efeito estufa de 40% para 55%

O CEO do Grupo, Philippe Donnet, está entre os CEOs signatários de uma carta redigida pelo Grupo de Líderes Corporativos, pedindo aos líderes da UE que estabeleçam a estrutura para uma recuperação mais resiliente ao clima e possibilitem os investimentos verdes necessários para oferecer neutralidade climática até 2050.

A participação da Generali na iniciativa é consistente com seu compromisso de incluir a sustentabilidade em todos os segmentos de negócios. Em consonância com a abordagem da UE, o Grupo sempre esteve entre os pioneiros dos esforços para cumprir os objetivos de 2030, adotando uma estratégia baseada em um conjunto de prioridades:

  • Financiamento da transição para uma sociedade sustentável e de baixa emissão, com novos investimentos verdes e sustentáveis totalizando € 2,7 bilhões em 2019.
  • Redução da pegada de carbono da carteira de investimentos do Grupo e apoio aos clientes na transição verde, com mais de € 1,3 bilhões em prêmios coletados de produtos ambientais. Além disso, em 2019, a Generali foi a primeira seguradora na Europa a emitir um Título Verde subordinado (€ 750 milhões).
  • Diálogo e envolvimento de stakeholders, tais como decisões políticas, organizações não-governamentais e empresas na “transição justa” que combina estratégias de descarbonização com medidas de proteção social.

A Generali também contribui ativamente com diversos grupos de trabalho para a promoção de finanças verdes, como a Net-Zero Asset Owner Alliance, um grupo de 29 fundos de pensões e seguradoras, com uma carteira de investimentos de cerca de 5 trilhões de dólares. Organizado pelas Nações Unidas, tem como objetivo reduzir a zero as emissões líquidas de gases de efeito estufa de suas carteiras, a fim de evitar um aumento das temperaturas globais acima de 1,5 °C, alinhado com o acordo de Paris.

O compromisso da Generali também se estende ao alinhamento da recuperação econômica com a transição para o desenvolvimento sustentável: é por isso que o Grupo aderiu ao European Green Recovery Alliance e decidiu canalizar quase € 1 bilhão em economia sustentável.

Ao assinar a carta de negócios e investidores do Grupo de Líderes Corporativos, a Generali reafirma seu compromisso de ajudar a acelerar e concentrar os esforços de transição até 2050, apoiando as alterações legais necessárias e investindo na economia verde, sabendo que uma maior “ambição climática” global é o motor da competitividade da Europa no mundo.

 



Fechar